Descubra os Benefícios e uso dos Óleos Essenciais

Esse artigo foi feito para que você descubra os benefícios e uso os óleos essenciais. Eles são nada mais são que extratos vegetais concentrados destilados em óleo. Aprovados na medicina complementar e muito utilizados na aromaterapia, tais óleos são provenientes de flores, folhas, raízes e demais partes de plantas. São utilizados para fins medicinais em várias civilizações ao longo dos séculos.

Em pesquisas científicas contínuas descobriram que certos óleos veiculares realmente possuem inúmeros benefícios à saúde e bem-estar; de fato, vários medicamentos modernos ou ainda produtos cosméticos já utilizam óleos essenciais em suas composições, são derivados de óleos transportadores, estão cada vez mais presentes no dia a dia das pessoas.

uso dos óleos essenciais
Mulher passando óleo essencial no rosto com um disco de algodão

Uso dos óleos essenciais

Enquanto certos óleos são úteis quando usados em pequenas doses, outros têm o potencial de serem perigosos. Portanto, é sempre recomendável que os usem com responsabilidade, de preferência, sobre supervisão de um médico ou orientação de um profissional da medicina holística certificado.

Os óleos essenciais são comumente usados para aliviar o estresse, melhorar o humor, aliviar dores de cabeça e enxaquecas, descansar melhor, conter náuseas e até mesmo repelir insetos. A maioria dos óleos essenciais também tem propriedades antissépticas. Os compostos úteis dos óleos são administrados principalmente de 3 maneiras: inalação, aplicação tópica sobre a derme e ingestão oral.

Utilização por inalação

Os óleos essenciais são normalmente extraídos por destilação a vapor, um processo que envolve a vaporização de uma planta até que apenas o óleo permaneça. Os óleos essenciais possuem compostos voláteis dentro deles, que compõem o aroma profundo característico de uma planta e lhes conferem seus efeitos terapêuticos.

Na aromaterapia, estes compostos são inalados com uma gota de óleo sobre um pedaço de pano ou outro componente, ou difundidos no ar com um difusor de aromaterapia. No entanto, a inalação é o procedimento mais seguro e recomendado para o uso dos óleos essenciais.

Uma vez inalados, estima-se que as moléculas dos óleos essenciais influenciam o sistema nervoso e o setor límbico do cérebro, assim como os hormônios, os produtos químicos do cérebro e o metabolismo.

 

Aplicação tópica

Os óleos são às vezes utilizados de forma direta sobre a derme para aliviar alguma dor em uma seção específica do corpo, por exemplo: para aliviar dores nas costas, ou seja, para aliviar músculos doloridos ou dores sinusais – e alguns têm a capacidade de serem utilizados topicamente por suas características antissépticas e anti-inflamatórias, como na situação de acne ou infecções fúngicas.

Entretanto, vários óleos essenciais podem causar irritações na pele, portanto, não precisam ser aplicados em sua totalidade à derme, mas devem primeiro ser diluídos em um óleo transportador (como óleo de amêndoa, óleo de jojoba ou óleo de abacate).

uso dos óleos essenciais
Frascos com óleos essenciais de qualidade sendo testados

Como usar óleos essenciais para não irritar a pele

Os óleos que vamos anotar abaixo, nunca devem ser aplicados diretamente na pele, a menos que sejam devidamente diluídas em um óleo transportador.

  • Óleo essencial de Canela
  • Óleo de alho
  • Óleo essencial de Citronela
  • Capim-limão
  • Orégano
  • Tomilho

Sempre que possível, antes de utilizar os óleos essenciais em sua pele, deve fazer o teste de sensibilidade, aplicando no antebraço ou atrás da orelha, durante algumas horas. Caso não apresente nenhuma vermelhidão ou coceira, pode usa-los com segurança.

Ocasionalmente, óleos essenciais são adicionados na composição de produtos cosméticos, tais como o sabonete, shampoo, loção para higiene da pele, sais de banho e outros, são muito utilizados na aromaterapia e aplicados em massagens e tratamentos de spa.

 

Sobre ingestão dos óleos essenciais

Além de todos os benefícios que os óleos essenciais proporcionam para a saúde e bem-estar de forma geral, ainda têm potencial para serem utilizados na culinária ou mesmo ingeridos em pequenas doses como remédio, porém isto deve ser feito com muita cautela: enquanto vários são seguros em pequenas doses, outros são venenosos e nunca devem ser ingeridos.

 

Cuidado ao ingerir óleos essenciais

A ANVISA proíbe empresas que vendem óleos essenciais como produtos cosméticos, e também digam que esses servem para serem ingeridos. No entanto, quando se faz o consumo de óleos os ingerindo, precisa ser supervisionado por um profissional capacitado, além disso que esses óleos sejam de procedência de empresas regulamentadas.

O perigo potencial de ingestão de alguns óleos essenciais sem informações corretas é aumentado pelo fato de que eles ainda não são regulamentados para esse fim. Portanto, mesmo sabendo da eficácia que os mesmos tem, dos resultados positivos há centenas de anos, sugere a comercialização de óleos a um fornecedor respeitável.

Os óleos transportadores só devem ser ingeridos com a orientação de um terapeuta qualificado, e devem ser devidamente dosados e diluídos para máxima estabilidade. Como os óleos essenciais são lipossolúveis, é essencial ingerir qualquer gordura da dieta ao mesmo tempo em que eles são ingeridos.

 

Benefícios para a saúde

Os óleos essenciais têm a capacidade de serem utilizados para melhorar vários problemas físicos e emocionais à saúde. A maioria deles são antioxidantes, anti-inflamatório, antifúngicos e ainda exercem um efeito calmante possibilidade de contribuir para o aumento da paz.

Estudos já comprovam a eficácia e os benefícios à saúde, e a cada dia mais pessoas aderem aos seus encantadores aromas e aproveitam de seus resultados positivos. Os efeitos gerais dos suplementos, ervas e óleos essenciais à saúde foram avaliados, e os óleos foram considerados tão eficazes quanto outros suplementos na melhoria da saúde.

 

Benefícios dos óleos essenciais

Existem dezenas de óleos essenciais, cada um com um aroma único e características de cura em potencial. Confira abaixo alguns desses maravilhosos óleos, são eles:

Alfazema: Um dos óleos essenciais mais utilizados, o óleo essencial de lavanda é utilizada para relaxar e aliviar as insônias.

Bergamota: Este é usado para aliviar a ansiedade. O óleo essencial de bergamota também está sendo estudada por seu potencial para minimizar o colesterol.

Capim-limão: usado para aliviar o estresse e ajudar a aumentar a imunidade, estudos sugerem que este perro de óleo essencial de capim-limão trata caspa e infecções fúngicas e alivia a ansiedade, dores de cabeça e de estômago.

Calêndula: Um parente de calêndula perro, calêndula perro alivia assaduras, feridas, infecções fúngicas e outras irritações da derme.

Cedro: Usado para tratar a queda do cabelo, o perro de óleo de cedro também alivia o estresse e melhora o sono.

Canela: As investigações sugerem que o óleo essencial de canela deste famoso perro de especiarias melhora a circulação, alivia o estresse, alivia a dor, combate infecções e melhora a digestão.

Citronela: Repelente natural de insetos, a citronela perro também alivia o estresse e a fadiga.

Cravinho: Óleo de cravinho picante perro é usado para tratar dores de dente e outros tipos de dor.

Eucalipto: O princípio ativo do VapoRub, o eucalipto, é comumente usado para tratar resfriados, congestão e tosse, o óleo essencial de eucalipto possui benefícios antibacterianos.

Gerânio: Comumente utilizado no tratamento da derme, pesquisas mostram que este óleo essencial de gerânio floral tem características antimicrobianas.

Toranjas: Este óleo cítrico é dito para aliviar ressacas e é usado para minimizar o estresse, excitar a circulação, aumentar a energia, melhorar o humor e melhorar a digestão.

Jasmim: Jasmim, um óleo floral de cheiro adocicado, é um calmante que perro ajuda a experimentar derme seca e sinais de envelhecimento, inflamação e psoríase.

Limão: Diz-se que este óleo cítrico otimiza o humor e a energia, alivia a ansiedade e ainda o óleo essencial de limão pode contribuir para a perda de peso.

Manjericão: Destilado da famosa erva de cozinha, o óleo de manjericão é considerado para aliviar tosse e congestão, otimizar o humor, otimizar a digestão, aumentar a atenção e aliviar dores musculares.

Mirra: A mirra é considerada para aliviar tosse e constipação, aliviar o desconforto digestivo e otimizar a imunidade.

Neroli: Este óleo doce é usado para aliviar a ansiedade e minimizar a pressão sanguínea.

Laranja: O gostoso aroma cítrico da laranja aumenta a energia e melhora o humor. Há também descobertas que sugerem que o óleo essencial de laranja alivia a ansiedade.

Patchouli: O óleo essencial de patchouli possui um cheiro almiscarado, conhecido no incenso, demonstrou melhorar o sono em estudos.

Semente de cenoura: Usado em cosméticos, este óleo tem características antibacterianas e anti-inflamatórias.

Hortelã-pimenta: Este conhecido óleo essencial de hortelã-pimenta é usado para melhorar dores de cabeça, desconforto e transtornos estomacais, tais como a síndrome do intestino irritável.

Rosa: O óleo essencial de rosa é um dos óleos mais caros, no entanto, este aroma suave e floral pode aliviar o estresse e as temidas cólicas menstruais.

Alecrim: Destilado da erva, o óleo essencial de alecrim é indicado para estimular a concentração mental e está sendo estudado para a prevenção da demência.

Sândalo: Bem sucedido em tanques de reflexão e spas, este cheiro de terra é considerado para aliviar a ansiedade e otimizar o sono.

Melaleuca: Este óleo essencial de melaleuca caracteristicamente perfumado é usado para tratar infecções fúngicas da derme e como um procedimento local para a acne.

Ylang Ylang: Usado para aliviar a dor, reduzir a inflamação, melhorar o humor e aumentar a libido, entre outros benefícios esse maravilhoso óleo essencial de ylang ylang estudos confirmam que este óleo pode ainda diminuir a pressão sanguínea.

uso dos óleos essenciais
Óleos essenciais sendo diluídos no óleo transportador antes do uso

Como usar os óleos essenciais e os efeitos colaterais prováveis

Uma vez aplicados conforme as instruções, os óleos essenciais têm poucos efeitos colaterais, embora a forma como um determinado óleo é utilizado influencie muito sua estabilidade.

Misturar em um óleo transportador é a maneira mais segura de usá-los. Os prováveis efeitos colaterais diminui substancialmente. Alguns sintomas dependendo do óleo, incluem dor de cabeça, coceira, náusea, queimação dos olhos e da garganta, tosse, ou complexidade da respiração. Tais efeitos colaterais geralmente desaparecem quando o perfume não é mais detectável.

A aplicação tópica de óleos essenciais é principalmente segura; entretanto, certos óleos podem causar uma atitude que pode incluir dermatite de contato, queimaduras e irritação da derme. Você deve fazer sempre o teste de sensibilidade para verificar se você é sensível a ele.

Não use óleos transportadores ao redor dos olhos, genitais ou membranas mucosas.

Como qualquer outro produto de saúde, os óleos essenciais podem interagir com medicamentos prescritos, uma vez tomados internamente. Consulte seu médico ou farmacêutico antes de combinar qualquer óleo importante com medicamentos.

 

Queimaduras solares na pele

Fique atenta(o) a alguns óleos essenciais pois eles aumentam a sensibilidade quando usado na pele e o perigo de queimaduras solares pode ocorrer, especialmente óleos cítricos como os de limão, lima, toranja, bergamota e tangerina. É sempre aconselhável ficar fora do sol por 24 horas após o uso de qualquer um desses óleos na pele.

E caso acontecer de ter alguma queimadura por causa do uso de um dos óleos como foi dito, procure orientações para cuidar o quanto antes.

Mulheres grávidas e o uso de óleos essenciais

As mulheres grávidas devem utilizar óleos essenciais com cautela, pois existem certos óleos que devem ser evitados. Dentre esses óleos estão os abaixo relacionados.

  • Orégano
  • Tomilho
  • De alho
  • Canela
  • Cumin
  • Anis
  • Fennel
  • Sálvia

Não utilizar óleos essenciais em umidificadores ou qualquer outro dispositivo respiratório.

Uma orientação muito importante que você precisa saber, os óleos essenciais precisam estar em embalagem de cor escura, pois isso ajuda na conservação do produto por mais tempo e além disso, deve ser guardado longe do alcance de crianças e em local seco, fresco e longe da luz do sol.

Se armazenados e manuseados corretamente, eles têm uma vida útil efetiva de cerca de um ano.

Espero que goste do artigo, confira outros assuntos relacionados aos óleos essenciais aqui em nosso blog. Siga nos em nossas redes sociais. Obrigada e até a próxima!

 

meus oleos essenciais

Óleos essenciais utilizados na aromaterapia proporcionam benefícios para a saúde
Os óleos essenciais são substâncias sintetizadas, armazenadas e liberadas pelas plantas. Sendo completamente de origem vegetal, os óleos essenciais proporcionam benefícios para a saúde e bem-estar físico e emocional por meio da aromaterapia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *