Guia completo de óleos essenciais 2021 [ Versão Atualizada ]

Óleos essenciais é um assunto novo para você? Está a procura de mais informações para inclui-los em sua rotina diária? Então você está no lugar certo! Elaboramos esse guia completo de óleos essenciais 2021.

Esse é o melhor ou seja um guia completo de óleos essenciais versão atualizada. Tenho certeza que, depois de ler esse artigo você não vai precisar consultar nenhum outro. Está preparada(o)?  Então vamos lá !!

 

Guia Completo 2021
O poder dos óleos essenciais | Guia Completo 2021

Guia completo dos óleos essenciais 2021

Pode se esparramar no sofá ou se aconchegar na poltrona, não esquece o bloquinho de anotações porque não vai faltar informação sobre óleos essenciais para você. E se ainda restava alguma dúvida sobre o assunto, todas elas são respondidas hoje.

Vamos falar sobre os benefícios, os possíveis danos (sim, pode ser bastante perigoso!) E também os métodos adequados de manuseio dos óleos essenciais, para que você possa se beneficiar da maneira natural e segura.

Então, se você deseja melhorar sua qualidade de vida com óleos essenciais em 2021, esse artigo foi feito para você. Aproveite!!

Tudo sobre óleos essenciais

  • Capítulo 1: O que são óleos essenciais?
  • Capítulo 2: Quais são os benefícios dos óleos essenciais? Para que são usados?
  • Capítulo 3: Os 10 principais óleos essenciais que você sempre deve ter em casa
  • Capítulo 4: Usando óleos essenciais O caminho errado pode prejudicar seu corpo!
  • Capítulo 5: O que são óleos transportadores e por que são necessários?
  • Capítulo 6: Quais são os tipos de difusores e como eles funcionam?

1: O que são óleos essenciais?

Uma boa definição para óleos essenciais é que são óleos naturais, altamente concentrados, extraídos de diferentes espécies vegetais. São usados como parte da “Medicina Natural” (também conhecida como “Medicina Alternativa“).

E não é de hoje que eles são conhecidos. Desde os tempos antigos a humanidade faz uso dos óleos essenciais para diversas finalidades e se beneficiam das suas propriedades.

Os óleos essenciais contêm a “essência” de uma planta em particular, aproveitando não apenas o sabor e o cheiro de uma planta, mas também os ingredientes terapêuticos existentes nela. Essa “essência” é geralmente colhida das raízes, caules, folhas, flores ou até frutos de uma planta.

Lembre-se de que nem todas as plantas produzem óleos essenciais e que nem todas as “essências” de plantas são segura – o paclitaxel extraído do teixo do Pacífico é um medicamento quimioterápico muito específico, é por isso que você precisa deste guia, para lhe dizer o que é seguro e o que não é seguro.

Pesquisas apontam que pode haver mais de 200 propriedades contidas em diferentes óleos essenciais; portanto, muitos óleos possuem propriedades curativas, mas alguns são melhores que outros no auxilio de tratamento de certas doenças.

Há quanto tempo existem os óleos essenciais?

A resposta é: a muito, muito, muito tempo. E quando eu falo “muito” é Muito mesmo, tipo Egito antigo, Faraó, essa galera toda aí, bem retrô, já fazia uso de óleos essenciais. Então estamos falando de 2.500 a 3.000 aC.

Eles sempre tiveram uma versatilidade muito grande. Eram utilizados na medicina, cerimônias, práticas religiosas, cuidados com a beleza, preservação de alimentos e também na fabricação de perfumes.

Na mesma época do Egito antigo, China e índia também usavam óleos essenciais em tratamento medicinais.

Óleos essenciais e suas propriedades
Óleos essenciais e suas propriedades | Guia Completo 2021

Como os óleos essenciais são extraídos das plantas?

Essa questão pode até não parecer tão relevante, mas acredite, saber como é extraído seu óleo pode te ajudar a identificar e tomar a melhor decisão na hora de adquirir seus óleos essenciais. Até porque, a maneira como eles são obtidos determina a “pureza” e a “eficácia” dos óleos.

É muito importante adquirir um óleo de qualidade que seja 100% natural (Puro). Os óleos essenciais obtidos por processos químicos NÃO são óleos essenciais verdadeiros.

Existem 2 métodos principais usados ​​para extrair óleos essenciais :

  1. Destilação a vapor
  2. Expressão.

Destilação a Vapor

A destilação a vapor é utilizada há muito tempo para extrair óleos essenciais, muito antes da alquimia O vapor é direcionado através do material da planta dentro de uma máquina selada. O vapor vaporiza os produtos químicos mais leves contidos no material da planta.

Guiado através de um tubo de conexão, o vapor será coletado em um condensador, que esfria o vapor na forma líquida novamente. Este processo gera 2 produtos, óleo essencial e água. Como a água e o óleo não se misturam, o óleo essencial pode ser facilmente aspirado.

Até hoje, a destilação a vapor continua sendo o processo mais comum de extração de óleos essenciais das plantas.

Por esse motivo, a destilação tem a capacidade de destilar componentes voláteis a temperaturas inferiores aos pontos de ebulição de seus constituintes individuais, mantendo assim a estrutura básica dos óleos essenciais. Além disso, é mais fácil separar os óleos essenciais da água.

Expressão

A expressão, também conhecida como “prensagem a frio”, é um método usado para extrair óleos essenciais de frutas cítricas, como: limão, tangerina, laranja doce etc.

Isso ocorre porque os óleos cítricos serão danificados quando o calor for usado no processo. É mais ou menos como pressionar o líquido das frutas cítricas através de um filtro fino.

Você então coleta o líquido filtrado, deixando-o repousar por muitas horas, para que o óleo essencial e o suco se separem. Feito isso, você pode extrair o óleo essencial.

2. Quais são os benefícios dos óleos essenciais?

Por muitos anos, em vários países e culturas, os óleos essenciais foram usados ​​em 2 áreas principais:

  1. Melhorando a saúde geral
  2. Tratamento de certas doenças

Por se mostrar eficaz como medicina alternativa e apresentar inúmeras propriedades desintoxicantes, antidepressivas, antivirais, antibacterianas, calmantes e até estimulantes. Os óleos essenciais estão recuperando sua popularidade entre o público como um suplemento natural, seguro e econômico.

 

Os benefícios dos óleos essenciais para sua saúde
Os benefícios dos óleos essenciais para sua saúde | Guia completo dos óleos essenciais

Os óleos essenciais podem ajudá-lo de 12 maneiras:

1- Reforçar os sistemas imunológicos (combater infecções)

Os melhores óleos essenciais que podem servir ao propósito de impulsionar o sistema imunológico são: orégano, mirra, gengibre, limão, eucalipto, incenso, hortelã-pimenta e canela.

2- Aliviando dores e dores no corpo

Os melhores óleos essenciais para aliviar dores são: lavanda, hortelã-pimenta, eucalipto, camomila, alecrim, majoram, tomilho, incenso, açafrão, gengibre e mirra.

3-  Melhorando o cuidado com a pele

Os melhores óleos essenciais para o cuidado da pele são: incenso, gerânio, lavanda, rosa, tea tree e ylang ylang.

4- Melhorando o crescimento do cabelo

Os melhores óleos essenciais para o crescimento do cabelo são: lavanda, capim-limão, hortelã-pimenta, alecrim e cedro.

5- Melhorando a digestão

Os melhores óleos essenciais para apoiar a digestão são: gengibre, hortelã-pimenta, erva-doce, cardamomo e hortelã.

6- Reduzindo o estresse emocional e o nível de ansiedade

Os melhores óleos essenciais para aliviar o estresse emocional e a ansiedade são: lavanda, rosa, ylang ylang, bergamota e camomila.

7- Aliviando dores de cabeça e enxaquecas

Os melhores óleos essenciais para reduzir a dor de cabeça são: lavanda, hortelã, gengibre, alecrim e eucalipto.

8- Ajudando a dormir melhor

Os melhores óleos essenciais para dormir que você pode misturar são: lavanda, ylang ylang, cedro e camomila romana.

9- Desintoxicando seu corpo

Os melhores óleos essenciais para desintoxicar seu corpo interna e externamente são: limão, lavanda, alecrim, toranja e hortelã-pimenta.

10- Melhorando as funções do cérebro

Os óleos essenciais ideais para melhorar a função cerebral são: hortelã-pimenta, alecrim, lavanda e limão.

11- Aumentando o nível de energia

Os melhores óleos essenciais para aumentar o nível de energia são: limão, laranja, hortelã-pimenta, hortelã e canela.

12- Equilibrando o nível hormonal

Os melhores óleos essenciais para equilibrar os níveis hormonais são: incenso, sálvia, alecrim, hortelã-pimenta, ylang ylang e lavanda.

 

Óleos essenciais para o seu dia a dia
Óleos essenciais para o seu dia a dia

3. Os 10 principais óleos essenciais para ter em casa

Em nosso guia completo de óleos essenciais, vamos falar também sobre os 10 óleos principais que você deve ter em casa. Descubra quais são e ainda os benefícios de cada um. Confira abaixo:

1: Óleo Essencial de Gengibre

O óleo essencial de gengibre é muito mais potente que o gengibre normal, pois contém o mais alto nível de gingerol , o ingrediente ativo do gengibre que lhe confere incríveis propriedades medicinais como efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes.

Hoje, o óleo essencial de gengibre é usado principalmente para tratar náuseas, inchaço, dor menstrual e também para aliviar muitas condições de dor.

 

2: Óleo Essencial de Limão

O óleo essencial de limão é um óleo citrus mais popular por suas propriedades antioxidantes eficazes. O óleo vem da prensagem a frio da casca de limão, em vez da fruta interna.

Ele reduz náuseas e vômitos: Inalar o óleo essencial diretamente do frasco, também pode eliminar o muco e aliviar a congestão na área nasal.

 

3: Óleo Essencial de Lavanda

O óleo essencial de lavanda é amplamente conhecido por suas propriedades calmantes e sedativas, que se traduzem no relaxamento da mente e do corpo. Tem um cheiro floral com um toque fresco, doce, herbáceo e perfumado, às vezes levemente frutado.

 

4: Óleo Essencial de Incenso

O óleo essencial de incenso é extraído das resinas da árvore Boswellia, com maior frequência encontradas na África e na Península Arábica do sul.

Tem um cheiro fresco, amadeirado, balsâmico, levemente picante e frutado e ajuda a melhorar a condição da pele, excelente para gripes e resfriados, reduz cicatrizes e manchas e cuida da saúde bucal.

 

5: Óleo essencial de hortelã-pimenta

O óleo essencial de hortelã-pimenta é extraído da planta de hortelã-pimenta, que é uma espécie híbrida de menta e hortelã, que prosperam na Europa e na região da América do Norte.

Cheira a menta, uma semelhança com os doces de hortelã que você come, mas mais concentrada. Mais perfumado que hortelã. Ótimo para queimaduras solares, dores de cabeça e combate ao mau hálito.

 

6: Óleo Essencial de Melaleuca ou Tea Tree

Ele é usado há mais de 100 anos pelos australianos nativos como uma pomada antisséptica; muitos estudos médicos foram feitos para o óleo essencial de melaleuca ou também conhecido como Tea Tree por sua capacidade de eliminar cepas de bactérias, vírus e fungos.

Tem um perfume medicinal e também cheira a fresco, amadeirado, terroso e herbáceo.

 

7: Óleo Essencial de Eucalipto

De 70 a 90% do óleo essencial de eucalipto é composto de eucaliptol , que é um ingrediente antioxidante, anti-inflamatório e analgésico muito eficaz. Portanto, o óleo de eucalipto é amplamente utilizado no combate a infecções bacterianas, virais e fúngicas.

Tem um cheiro medicinal, também fresco, amadeirado, terroso.

Saiba mais informações sobre o Óleo essencial de eucalipto

8: Óleo Essencial de Orégano

O orégano, famoso como um tempero que você coloca diariamente em sua pizza ou massa, pode ser transformado em óleo essencial, que há muito tempo é reconhecido como uma alternativa natural aos antibióticos prescritos.

O óleo essencial de orégano possui 2 ingredientes principais, carvacrol e timol, que demonstraram ter fortes propriedades antibacterianas e antifúngicas. O cheiro é silvestre e herbáceo.

 

9: Óleo Essencial de Ylang Ylang

O óleo essencial de Ylang Ylang é um dos mais perfumados (aroma floral muito forte) de todos os óleos essenciais, até o lendário perfume “Chanel No. 5″ usa o óleo de Ylang Ylang como um de seus principais ingredientes!

É considerado um óleo afrodisíaco e energizante.

10: Óleo essencial de Bergamota

O óleo de bergamota é considerado o melhor óleo essencial antidepressivo de todos. Pode ajudá-lo a aliviar o estresse mental, sentimentos negativos, tristeza, falta de apetite e muito mais.

Tem uma combinação de aroma cítrico, laranja e limão, cheira a fresco e ligeiramente floral

Usando óleos essenciais para o seu bem estar
Mulher inalando óleo essencial para seu bem-estar

4. Usando os óleos essenciais da maneira certa!

Muitas pessoas acreditam que, por se tratar de um produto puro e natural não existam riscos ao utilizar óleos essenciais, e a resposta é: Sim! Pode ser muito perigoso utilizar os óleos essenciais da maneira errada.

Então, vamos falar agora sobre 4 maneiras para melhorar a sua vida e sua saúde com óleos essenciais,  mas sobretudo, como eles podem prejudicar caso você ignore o modo adequado de uso. Vamos lá…

Em todos os artigos que postamos aqui no site, ressaltamos a importância de diluir um óleo essencial antes do uso em outro óleo transportador para evitar danos na pele e desencadear algum processo alérgico.

Porém, hoje em dia nos deparamos com pessoa que defendem o uso do óleo puro, sem a necessidade de diluição no óleo transportador.

Mas a nossa orientação sempre será: Não! Não use o óleo essencial puro!

Algumas empresas vem garantindo a segurança da utilização do óleo puro, alegando que isso pode maximizar os benefícios e efeitos dos óleos, mas é mentira e uma grande irresponsabilidade! Isso é dito para que você compre mais.

Mesmo com óleos essenciais leves, como o óleo de lavanda ou o óleo da árvore do chá, usá-los de maneira pura pode causar uma sensibilização permanente ou de longo prazo da sua pele para com o óleo essencial.

Isso não acontece sempre ou de uma hora pra outra, mas uma vez que a sua pele fique sensibilizada para o óleo essencial, toda vez que você utilizar vai causar irritação, e de maneira permanente e irreversível.

O uso de óleos essenciais diluídos não diminuirá os benefícios e efeitos dele. De fato, é altamente recomendável usá-lo com óleos transportadores, pois é a maneira mais segura de evitar a sensibilidade.

Seja você iniciante ou tenha algum conhecimento sobre óleos essenciais antes deste guia, existem quatro maneiras gerais de aplicarmos óleos essenciais em nosso corpo corretamente.

1 – Inalação de óleo essencial

A inalação é a maneira mais fácil e rápida de absorver os óleos essenciais na corrente sanguínea. Para iniciantes, é sempre recomendável usar o método de inalação direta primeiro para ver o quão bem ou quão ruim você reage a ele. Isso envolve aproximar o óleo essencial do nariz e farejá-lo.

Tenha cuidado para não cheirar muito forte, pois há uma chance de cheirar as micropartículas ao redor do frasco. A inalação indireta é outro método que nos permite inalar o aroma do óleo essencial sem cheirar diretamente do frasco.

Você pode aplicar o óleo essencial em pequenos itens, como bolas de algodão ou pano, para manter o humor elevado.

Eu pessoalmente adoro borrifar uma pequena quantidade de lavanda no lençol para ter um sono mais tranquilo!

2 – Difusão com óleos essenciais

Este método permite que os óleos essenciais sejam evaporados no ar através do uso de um dispositivo de difusão. A difusão é boa para eliminar odores indesejados no ambiente. Também ajuda a promover a qualidade do sono e reduzir o nível de estresse.

No entanto, existem várias maneiras de difundir óleos essenciais, como o uso de um queimador de óleo essencial, a evaporação ou a difusão de junco, usando um lenço de papel, nebulizador, pulverização e muito mais! É um método muito prático e eficiente. Vale a pena tentar.

3 – Uso tópico de óleos essenciais

Aplicação de óleo essencial topicamente. Este método envolve a aplicação direta de óleos essenciais na pele.

Mas NÃO se esqueça, aplicação direta não significa que não deva diluir o óleo! Todo óleo essencial deve ser diluído antes da utilização, mesmo os mais suaves como o de lavanda.

Normalmente, diluímos o óleo essencial com um óleo transportador, como o óleo de Jojoba, para uma concentração não superior a 3 a 5%.

Uma maneira segura de criar um óleo essencial concentrado a 3% é usar uma colher de chá de óleo transportador com 3 gotas de óleo essencial.

Se você ainda tem receio em usar óleos essenciais na sua pele, experimente usá-los em seus pés para testar, já que a pele é mais grossa e menos sensível e está longe das membranas mucosas.

 

4 – Óleos essenciais para Banho

O banho é uma das nossas necessidades diárias, então por que não tiramos o máximo proveito disso? Mas, Preste Atenção!!! Antes de iniciar seu banho usando óleos essenciais, você não deve adiciona-los diretamente na água.

A razão é simples: O óleo é hidrofóbico, não se mistura com a água. Se você adicionar óleo essencial diretamente ao seu banho e simplesmente entrar na banheira, o óleo altamente concentrado tem um contato direto com a pele e adivinhe?

 Você pode acabar com uma sensibilização e irritabilidade na pele.

A única maneira de conseguir isso é primeiro misturar os óleos essenciais com os óleos transportadores, como Jojoba ou óleo de coco, e depois misturá-los no banho. A concentração ideal é adicionar de 3 a 12 gotas de óleo essencial em uma colher de sopa de óleo transportador.

Essa concentração é relativamente maior do que a que você usa topicamente, mas não se preocupe, porque toda a banheira de água a diluirá ainda mais.

Dependendo de como você combina os óleos essenciais do seu banho, você experimentará diferentes benefícios. O banho de com óleos essenciais pode melhorar o seu humor, aliviar o estresse após um longo dia de trabalho, mantê-lo relaxado durante todo o dia, curar dores de cabeça, aumentar o foco e muito mais.

 

Óleos essenciais e seus transportadores
Óleos essenciais e seus transportadores | Usando óleos essenciais para o seu bem estar

5 – O que são óleos transportadores?

Porque os óleos transportadores são importantes? Como o nome sugere, seu principal objetivo é atuar como base para ‘transportar’ os óleos essenciais para a pele. No guia completo de óleos essenciais não podemos deixar de falar dos óleos transportadores e sua importância nos óleos essenciais.

Como o óleo não se misturar com a água, o único líquido para diluir o óleo essencial é usar um óleo transportador. Você usa um óleo transportador para diluir o óleo essencial antes de aplicá-lo à sua pele.

Mas porque isso é importante?

Porque, se forem aplicados sem diluir, os óleos essenciais ou quaisquer óleos aromáticos concentrados podem causar sensibilidade, vermelhidão, irritação ou outras reações indesejadas.

Os óleos transportadores são óleos vegetais, extraídos da porção gordurosa de uma planta, como sementes, grãos e até nozes. Eles não evaporam e geralmente têm um cheiro muito fraco.

 

Os 5 principais óleos transportadores

No guia completo de óleos essenciais, indicamos abaixo 5 óleos transportadores para você diluir em seus óleos preferidos, escolha qual é melhor para se ter em casa entre 1 e 2 deles:

 

1 – Óleo de Jojoba

Se você é iniciante neste assunto de óleo transportador, é provável que o pronuncie seu nome errado. A pronúncia correta é lê-la como “hohoba”, em vez de simplesmente ler “jojoba”. Embora seja um pouco mais caro do que outros óleos transportadores, é de longe a melhor escolha entre todos.

Consiste em ácido eicosanóico, uma quantidade grande de ácido graxo ômega-9 que não pode ser digerido pelos seres humanos, mas lembra muito o óleo natural do nosso corpo e, portanto, absorve bem na pele.

O óleo de jojoba também é rico em vitamina A e E, ajudando ainda mais na prevenção e cura da acne. Devido ao fato de possuir a cadeia de ácidos graxos mais longa que os outros óleos transportadores, possui naturalmente uma vida útil longa.

No entanto, ele contém um leve aroma de noz e pode interferir com outro aroma do óleo essencial.

2 – Óleo de Coco

Sendo um dos óleos transportadores mais famosos, o óleo de coco é um conhecido agente antioxidante, antifúngico, anti-inflamatório e antibacteriano. Ele permanece como um estado sólido em temperatura ambiente, mas derrete instantaneamente quando aplicado topicamente.

O óleo de coco se ramifica para dois tipos, não refinado e refinado. Recomendamos o uso de óleo de coco não refinado, pois ele não passa pelo processo de extração química.

O processo de refino fará com que o óleo perca algumas de suas propriedades terapêuticas.

O óleo de coco não refinado contém ácido láurico que prolonga a vida útil do óleo. No entanto, tem um aroma forte que irá interferir com o óleo essencial.

O óleo de coco refinado ou fracionado, por outro lado, não tem cheiro e nunca mancha as roupas. Permanece como um estado líquido à temperatura ambiente.

 

3 – Azeite

Este óleo é facilmente encontrado em cozinhas. É rico em antioxidantes e fenol, eficaz em acalmar a pele. O ácido oleico, um de seus principais componentes, desempenha um papel na melhoria do coração e do sistema cardiovascular.

No entanto, tem um aroma frutado e pode interferir na fragrância do óleo essencial que você está usando. Além disso, após aplicação tópica, é mais espessa e mais oleosa.

 

4 – Óleo de Amêndoa Doce

O óleo de amêndoa doce não é apenas bom para hidratação e nutrição da pele, seu alto nível de vitamina A, D e E também o torna um ótimo óleo para peles secas. Em comparação com o azeite, este óleo é mais perfumado e não interfere no aroma do óleo essencial.

No entanto, ele precisa ser armazenado na geladeira, enquanto os outros óleos podem ser armazenados em temperatura ambiente.

 

5 – Óleo de Abacate

Este óleo de abacate altamente hidratante é ideal para peles jovens. Contém naturalmente uma grande quantidade de ácidos graxos e vitaminas e é perfeito para a formação de colágeno na pele. Porém, semelhante ao azeite, ele é espesso e oleoso, portanto, não absorve bem os poros da pele.

IMPORTANTE: Óleos minerais NÃO são óleos transportadores

Atualmente, muitas empresas estão usando óleos minerais como substitutos dos óleos transportadores, uma vez que é significativamente mais barato, e são usados ​​principalmente em óleos para bebês e hidratantes disponíveis comercialmente.

No entanto, esses subprodutos do petróleo realmente entopem os poros e impedem a sua pele de absorver o óleo essencial.

Difusores para óleos essenciais
Difusores para óleos essenciais

6. Quais os tipos de difusores e como eles funcionam

Abaixo vamos conhecer alguns tipos de difusores e quais as suas funções. São excelentes para usar com segurança os óleos essenciais dentro de sua residência e assim usufruir dos benefícios que existem em cada um deles.

Vamos conferir agora! Esse assunto não poderia ficar de fora do guia completo de óleos essenciais.

Difusor de Calor

Como o nome sugere, esse tipo de difusor aquece o óleo até evaporar no ar. Os dois tipos mais comuns de método de aquecimento são: o calor elétrico e o calor das velas. Se você estiver pensando em usar um difusor de calor, convém escolher o calor elétrico.

A fonte de chama de um difusor de calor de velas é sempre um risco (pode causar um incêndio). É melhor evitar usar esse tipo de difusor de calor em público para fins de segurança.

Por outro lado, os difusores de calor elétricos usam uma quantidade extremamente pequena de energia para alimentar o difusor a cada dia. Não é apenas econômico, também é seguro de usar.

Devido aos benefícios das cordas sobre o difusor de calor da vela, os difusores de calor elétricos estão ganhando mais popularidade ao longo dos anos.

No entanto, o calor potencialmente mudará a natureza e as propriedades do óleo essencial. Portanto, você não poderá desfrutar plenamente de todos os benefícios do óleo essencial.

 

Difusor Evaporativo

Semelhante aos difusores de calor, esse tipo de difusor também distribui os óleos por evaporação, mas usando um ventilador. O difusor evaporativo usa um ventilador para evaporar o ar, enquanto o óleo essencial é mantido em um material absorvente, como uma almofada ou um pavio.

Este difusor emite o óleo de maneira controlada, liberando assim uma quantidade constante de óleo para a atmosfera.

 

Difusor Ultrassônico

Esse tipo de difusor usa cinética ou vibração para decompor o óleo essencial em micropartículas e dispersá-las no ar como partículas aniônicas. Todo o processo é extremamente silencioso, perfeito para dormir e relaxar. Existem várias vantagens em usar esse tipo de difusor em comparação com difusores de calor ou evaporativos.

Em primeiro lugar, o difusor ultrassônico não é alimentado pelo calor, mantendo os óleos essenciais “intocados”.

Em segundo lugar, o difusor ultrassônico também atua como umidificador para o seu quarto, já que o processo de dispersão envolve o uso de água, o vapor disperso dilui o aroma do óleo essencial (perfeito para quem não gosta de ambientes aromáticos fortes).

No entanto, observe que a exposição prolongada da umidade na parede interna do difusor é propícia ao crescimento de fungos; portanto, lembre-se de limpá-lo com frequência.

 

Difusor de Nebulização

Até agora, o difusor de nebulização é o melhor entre todos os tipos de difusores. Um difusor de nebulização funciona quebrando os óleos essenciais com força. Não requer calor nem água, liberando a forma mais concentrada e pura de óleo essencial no ar, tornando-a a melhor opção para aromaterapia.

O aroma liberado por um difusor nebulizador cobre até 400 pés quadrados, aproximadamente o tamanho de um estúdio inteiro. O consumo elétrico é mínimo e não adiciona umidade ao ar do seu quarto. Portanto, se você estiver hospedado em uma área bastante úmida, isso funcionará perfeitamente para você.

No entanto, esse tipo de difusor consome mais óleo que os outros. Portanto, sempre recomendamos que coloquem um cronômetro ao lado para que você controle o tempo de utilização. Como alternativa, alguns dos melhores difusores de nebulização que mencionamos em nossa lista possuem temporizadores embutidos.

Pronto! As principais recomendações sobre óleos essenciais foram mencionadas aqui para você. Inclua hoje mesmo óleos essenciais a sua rotina diária e aproveite os inúmeros benefícios que eles podem te proporcionar.

Esperamos que você tenha curtido esse guia completo de óleos essenciais que separamos com muito carinho pra você.

E não deixe de visitar o nosso site e nossas redes sociais para conferir as melhores informações sobre Óleos Essenciais da Web.

Te Espero! Até a próxima meus amores.

One Reply to “Guia completo de óleos essenciais 2021 [ Versão Atualizada ]”

  1. Gostei muito do seu artigo e da maneira responsável no tocante ao uso. Óleos essenciais são maravilhosos mas muito concentrados a dosagem segura deve ser observada sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *