Aloha Óleos Essenciais | Como são Feitos e 4 Formas de Uso

Hoje o assunto é Aloha óleos essenciais, temos citado aqui no blog algumas marcas de óleos essenciais que tem sido destaque nesse mercado que mais cresce a cada dia. Aloha óleos essenciais é uma excelente empresa que preza a satisfação e bem-estar de seus usuários.

Aloha óleos essenciais produzem seus óleos assim como outras empresas, a partir das raízes, folhas, flores e frutos de algumas plantas, resumindo os óleos essenciais feitos a partir da retirada de um tipo de líquido puro de cada planta.

 

Aloha Óleos Essenciais como são feitos?

Tanto na Aloha óleos essenciais quanto em outras empresas, existem duas maneiras de se fazer os óleos essenciais.

A primeira delas pela destilação a vapor, esse é um processo bem simples onde as folhas são colocadas em cima de um recipiente de água, essa água é aquecida e o vapor que provém da água aquecida desgruda o óleo essencial das folhas.

E esses dois componentes, a água e óleo essencial sobem juntos para a superfície do recipiente onde depois eles são separados justamente porque o óleo e água não se misturam.

A segunda maneira é a prensagem a frio, alguns óleos essenciais quando expostos ao vapor da destilação acabam perdendo suas propriedades, é o caso dos óleos cítricos, principalmente extraídos das cascas das frutas.

Neste caso é feita a prensagem, que nada mais é colocar estas frutas e cascas num recipiente que vai ser esmagado e aí, o óleo extraído.

 

Óleo essencial é puro não contem agentes químicos

É muito importante entender que nenhum desses dois processos envolve uso de um solvente químico que pode fazer mal à sua saúde. Portanto, esses óleos essenciais são 100% puros e naturais. Aliás sempre que for fazer a utilização de um óleo essencial, se informe sobre a qualidade e procedência desse óleo.

Um óleo quando é puro e natural com certeza trará os benefícios esperados, em sua grande maioria possuem propriedades curativas e terapêuticas.

Eles são muito utilizados na aromaterapia que é uma forma de utilizar os óleos essenciais para trazer alívio como no caso de estresse e também auxiliando no tratamento de forma natural de vários problemas de saúde. Vamos conferir abaixo?

 

Óleos essenciais possuem cultura milenar

Se engana quem pensa que os óleos essenciais é uma descoberta recente. A cultura dos óleos essenciais é milenar, no entanto, muitas pessoas estão cada dia mais usando e procurando informações sobre essa forma natural de trazer bem-estar para si em sua família.

Podem ser utilizados para rotina de beleza, da saúde, na culinária e até em animais domésticos.

A principal função desses óleos essenciais nas plantas é de proteção, todo ser vivo precisa suportar várias adversidades, assim como no caso do ser humano, por exemplo, se é o tempo de chuva ele se abriga em algum lugar.

Mas isso é diferente nas plantas, elas precisam aguentar o sol, a chuva, o frio o vento forte. O óleo essencial na planta tem um fator de proteção é interessante pensar que cada planta precisa administrar a quantidade de energia que ela possui, ou seja, a quantidade de glicose que ela tem para sobreviver.

E muito da glicose ela usa para produzir os óleos essenciais que têm como função protege-la, por exemplo, a lavanda começa a produzir a sua maior quantidade de óleo essencial a partir do momento que ela é cortada.

A planta não necessariamente sabe que ela foi cortada e tem a consciência de que eventualmente ela vai morrer então ela começa a sentir apenas agressão e a oxidação.

Por isso ela usa a glicose que ela ainda tem para produzir maior quantidade de óleo essencial porque é esse óleo essencial que vai permitir que a planta dure o seu máximo.

 

Aloha óleos essenciais
Aloha óleos essenciais – mulher passando óleo na palma da mão

 

4 formas de usar os óleos essenciais

Abaixo apenas 4 formas de utilização dos óleos essenciais, lembrando sempre que é preciso usa-los corretamente. São concentrados e puros, e mulheres grávidas e crianças menores de 6 meses de idade requerem um cuidado especial antes de usar.

Veja um artigo sobre óleos essenciais para bebês e crianças.

 

1. Sola dos pés

A primeira forma delas é passando na pele, no entanto não no corpo inteiro, os óleos essenciais são muito concentrados, é preciso extrair 25 quilos de Mentha x piperita, por exemplo, o peppermint para fazer um vidrinho de óleo essencial de hortelã-pimenta.

Como os óleos essenciais são muito concentrados, você vai usar uma gotinha plicando no melhor local, ou seja, na sola do pé porque a nossa pele nesse local é mais espessa e protege de qualquer agressão que possa ser ou qualquer alergia que esse óleo possa causar.

Outra coisa, os poros são maiores também, então esse óleo essencial que na verdade não é oleoso, ele é líquido por isso é bem absorvido pela nossa pele e vai entrar na sua corrente sanguínea mais rápido.

 

2. Palma das mãos

O segundo local se você não pode passar na sua sola do pé, por exemplo, se tiver na rua, nesse caso passe na palma da mão, pois a pele também é espessa e os poros também são maiores, no entanto, não passe nas mãos de uma criança, ela pode colocar no olho e na boca e isso pode doer e causar alergia.

 

3. Inalando os óleos essenciais

A terceira maneira de usar os óleos essenciais é inalando-os através do difusor pessoal ou de ambiente, você pode tanto por uma gota na palma da mão inalar aquele óleo ou colocar ele no difusor pessoal.

Essa maneira muito utilizada ela tem um efeito muito gostoso tanto para relaxar quanto um efeito rápido, porque entre nossa respiração e o cérebro não existe nenhum filtro.

Então logo, o nosso cérebro e os neurônios já começam a fazer sinapses de acordo com aquele estilo que nós recebemos através do óleo essencial.

 

4. Colocando no local machucado

A quarta maneira local de se usar o óleo essencial é passando no local por do ferimento, machucado ou daquela picada de inseto. Você vai usar então normalmente na sola do pé, na palma das mãos, inalando e algumas vezes se necessário no local. 

Lembrando sempre que usa sempre de uma ou no máximo duas gotas porque os óleos essenciais são muito concentrados.

 

Conclusão

Então recapitulando, o óleo essencial é um líquido produzido pelas plantas que têm a função de proteger. Então agora, você já sabe explicar o que é um óleo essencial. Lembre-se sempre de utilizar um óleo transportador para fazer a diluição, pois algumas pessoas podem ser alérgicas ao usar topicamente.

É preciso sempre fazer o teste de sensibilidade antes de sua primeira utilização. É aconselhável também que não faça uso sem antes falar com um aromaterapeuta, que é um profissional em aromaterapia.

Confira também o guia completo de aromaterapia.

Fique por dentro dos benefícios e informações dos óleos essenciais, conferindo outros artigos aqui no blog. Siga-nos em nossas redes sociais. Obrigada e até a próxima!

meus oleos essenciais

Óleos essenciais utilizados na aromaterapia proporcionam benefícios para a saúde
Os óleos essenciais são substâncias sintetizadas, armazenadas e liberadas pelas plantas. Sendo completamente de origem vegetal, os óleos essenciais proporcionam benefícios para a saúde e bem-estar físico e emocional por meio da aromaterapia.

Compartilhe!